A 2ª edição da Limpeza da Ria Formosa contou, no passado mês de Outubro, com a participação de 67 voluntários. Graças ao esforço destas pessoas recolheram-se: 800L de vidro, 1600L de resíduos urbanos (RSU), 250L de resíduos diversos em saco, 1 prancha de esferovite, 1 âncora e 1 boia de armação de barco. Registou-se, num único dia, uma taxa de reciclagem de 32%.

Implementada em Maio deste ano, a iniciativa é promovida pelo Mar Shopping Algarve em parceria com a Associação Portuguesa do Ambiente (APA). Segundo foi declarado ao Welectric, o que motivou as referidas entidades a desenvolver estas ações de recolha de lixo foi “o desejo de iniciar um movimento de sensibilização das pessoas e da comunidade”. Bem como “a ambição de se promover, duas vezes por ano, a limpeza de várias praias do Algarve”.

As recolhas de lixo têm decorrido sobretudo na Ria Formosa “por se tratar de um admirável habitat natural, dotado de um espetacular ecossistema e de uma grande função ecológica”. Além disso, “a Ria Formosa foi classificada como Reserva Natural na década de 70 e é, hoje em dia, uma área protegida pelo estatuto de Parque Natural”.

Durante a 2ª ação de limpeza, promovida no âmbito da SEIVA21, os voluntários também encontraram: ferro, madeira, esferovite, beatas de cigarro e materiais de construção. Algo que é consequência “dos desportos náuticos e das atividades laborais realizadas na zona piscatória da Ria Formosa”, explica a equipa responsável pelo evento.

O destino do lixo recolhido durante estas limpezas de praia é decidido por duas empresas: a FAGAR e a ALGAR-Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos. O primeiro grupo assume a gestão de águas e resíduos em Faro, enquanto o segundo é responsável pela triagem de materiais destinados à reciclagem.

Vão ser promovidas mais ações de limpeza?

Questionado sobre o futuro deste seu projeto, o Mar Shopping Algarve revelou que planeia promover duas ações de limpeza por ano. “Uma antes da época balnear começar e outra logo após o encerramento da época”. A ideia é que, a cada edição, seja escolhida uma praia diferente da que foi limpa nos anos anteriores “de forma a conseguirmos levar este movimento de sensibilização ao maior número possível de pessoas”, refere o grupo.

Está igualmente previsto que haja, no final de cada iniciativa, um momento de partilha de informação assegurado por um dos parceiros do projeto. Apresentados na forma de workshop, estes momentos lúdicos devem abordar o impacto do comportamento humano nos ecossistemas. No final da 1ª edição a APA realizou um workshop sobre os microplásticos presentes na massa de água da Ria Formosa. Já nesta última edição o workshop, de acesso gratuito, veio reforçar conhecimentos sobre o impacto da poluição nos organismos marinhos.

O Mar Shopping Algarve pretende com este seu projeto ambiental “promover a consciência ecológica e inspirar a comunidade a reduzir a pegada ecológica”. Mas sobretudo, “incentivar as pessoas a proteger e a preservar a Ria Formosa, bem como a fauna e os ciclos de nidificação locais”.

Artigo anteriorLexus lança híbrido plug-in NX 450h+ com promessa de autonomia de até 97 km em cidade
Próximo artigoComboio reduz emissões no transporte de veículos entre Autoeuropa e Martorell

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of