Comercializado desde 2019, o DS 3 Crossback E-Tense passou agora a ter uma autonomia de 341 km (em vez de 320 km), medida de acordo com o ciclo combinado WLTP, representando um aumento de quase 7%.

A marca explica que o esticar do alcance (mais 21 km) foi conseguida com um conjunto de evoluções, designadamente ao nível da bomba de calor, que passa a integrar um sensor de humidade para aumentar a sua eficiência. Proposta de série, a bomba de calor produz calor por compressão para gerar ar quente, processo que reduz consideravelmente o consumo de energia.

A relação de transmissão também foi otimizada, permitindo melhorar a eficiência do modelo.

O ganho de autonomia em utilização real requereu, também, a adoção de novos pneus de 17 polegadas Classe A, desenvolvidos pela Continental. Equipado de fábrica na medida 215/60 R17 96H, o pneu Continental EcoContact 6 Q apresenta um novo composto de elevada tecnologia, à base de sílica, para reduzir a resistência ao rolamento e as emissões de ruído.

O DS 3 Crossback E-Tense é comercializado em Portugal com preços a partir de 41.550 euros.

Em tudo o resto, o DS 3 Crossback E-Tense permanece inalterado no nível mecânico. O modelo mantém o motor com uma potência de 136 cv (100 kW) e com um binário de 260 Nm. A bateria também é a mesma, de 50 kWh de capacidade. O sistema de carga de energia de 100 kW em corrente contínua é igual, podendo a viatura ser carregada em 30 minutos, de 10 a 80%.

Entre 2022 e 2023, este SUV da DS deverá receber uma atualização mais aprofundada, que trará, entre outros aspetos, uma estética renovada, equipamento tecnológico modernizado e um novo trem de força mais eficiente e uma bateria com mais capacidade de cerca de 60 kWh.

Artigo anteriorPolestar entra em Portugal em 2022 e está a contratar
Próximo artigoFord E-Transit 2022 saiu da linha de montagem e entra em fase de testes

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of