A Stellantis tem vindo a seguir uma estratégia de firmar parcerias com vista a afirmar-se como player de mobilidade elétrica e esta semana o fabricante automóvel selou acordo com LG Energy Solution e Samsung SDI.

Ambos os acordos visam a formação de uma joint-venture com vista à produção de células e módulos de bateria para a América do Norte.

Fábrica com a LG Energy Solution

Relativamente à LG Energy Solution, prevê-se que os trabalhos de construção das instalações, cujo localização exata ainda não foi revelada, comecem no segundo trimestre de 2022.

As partes preveem que a joint-venture estabeleça uma nova infraestrutura de fabrico de baterias que ajude a concretizar o objetivo da Stellantis: de realizar mais de 40% das suas vendas nos EUA através de veículos eletrificados até 2030.

Com o objetivo de iniciar a produção no primeiro trimestre de 2024, a fábrica pretende ter uma capacidade de produção anual de 40 gigawatts-hora.

As baterias produzidas nas novas instalações serão fornecidas às fábricas de montagem da Stellantis nos EUA, Canadá e México para serem instaladas na próxima geração de veículos eletrificados, desde híbridos plug-in a veículos totalmente elétricos alimentados a bateria, que serão vendidos sob a família de marcas da Stellantis.

Nova fábrica de baterias com a LG terá uma capacidade de produção anual de 40 gigawatts-hora.

Arranque de produção previsto para o 1º trimestre de 2024.

A parceria nos veículos eletrificados entre as duas empresas remonta a 2014, quando a LG Energy Solution (então denominada LG Chem) foi selecionada pela Stellantis (então Fiat Chrysler Automobiles) para fornecer o sistema de baterias de iões de lítio e controlos para o Chrysler Pacifica Hybrid.

Este anúncio “é mais uma prova de que estamos a implementar o nosso agressivo roteiro de eletrificação e a seguir os compromissos que assumimos durante o nosso evento EV Day em julho”, disse Carlos Tavares, CEO da Stellantis. “Através dele definimos, agora, a próxima ‘gigafábrica’ a chegar ao portefólio da Stellantis que nos ajudará a atingir um total mínimo de 260 gigawatts-hora de capacidade até 2030”.

“Estabelecer uma ‘joint-venture’ com a Stellantis será um marco monumental na nossa parceria de longa data”, afirmou Jong-hyun Kim, Presidente e CEO da LG Energy Solution. “A LGES irá posicionar-se como fornecedor de soluções de baterias aos nossos potenciais clientes na região, utilizando as nossas competências técnicas coletivas exclusivas, bem como as nossas capacidades de produção em massa”.

Fábrica com a Samsung SDI

Por seu lado, o acordo com a Samsung SDI tem também a finalidade de criar uma joint-venture que irá produzir células e módulos de baterias para a região da América do Norte.

O início da operação com a Samsung está agendado para 2025.

A fábrica com a Samsung visa uma capacidade de produção anual inicial de 23 gigawatts/hora, que poderá ascender até aos 40 gigawatts/hora no futuro.

“É uma honra, para nós, construir uma joint-venture de baterias com a Stellantis, empresa que está a acelerar a sua estratégia de eletrificação nesta era de energia verde”, afirmou Young-hyun Jun, Presidente e CEO da Samsung SDI. “Com esta joint-venture de baterias, iremos fazer o nosso melhor para cumprir com os elevados padrões de qualidade dos nossos clientes no mercado norte-americano de VE, alavancando a tecnologia de baterias, os produtos de alta qualidade e as medidas de segurança da Samsung SDI.”

Leia também:

Mercedes-Benz junta-se à Stellantis e à Saft para produzir baterias para EV

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of