A experiência de transição digital da Direcção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) vai estar em foco no FIC.A – Festival Internacional de Ciência, que decorre até dia 17 de outubro, no Palácio e Jardins do Marquês de Pombal, em Oeiras.

“A transição digital para sistemas ‘mais inteligentes’ desempenham um papel fundamental no processo de tomada de decisão”, diz a DGRM.

Refere a DGRM que a forte aposta na estratégia de digitalização dos serviços relacionados com o mar, a tramitação eletrónica de processos e a emissão de documentos eletrónicos seguros têm permitido ganhos ambientais, ao nível de poupança de papel.

Desde que arrancou há cerca de três anos, o BMar – Balcão Eletrónico do Mar “já permitiu emitir 103 mil outputs digitais, destacando-se as Cartas digitais de Navegador de Recreio, os Títulos digitais de Aquicultura e de Utilização Privativa do Espaço Marítimo, as Licenças digitais de Pesca Profissional ou Lúdica, e os Certificados eletrónicos de Embarcações e de Marítimos”.

Refere esta entidade ter poupado 11.500.000 folhas de papel, tendo o tempo médio de prestação de serviços em papel passado de 46 dias para quatro dias no suporte digital.

Transição digital e transição energética

“A transição digital para sistemas ‘mais inteligentes’, que garantam maior controlo da informação recolhida e das ações a tomar, desempenham um papel fundamental no processo de tomada de decisão e merecem todo o nosso apoio. A transição digital assume também um importante papel no apoio à transição energética, otimização de processos e implementação de medidas sustentáveis em todos os setores da economia azul: shipping, portos, pescas, aquicultura, turismo e lazer”, afirma este organismo público.

O que é o FIC.A?
A experiência de transição digital da Direcção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) vai ser apresentada, integrada na representação do Ministério do Mar na FIC.A, evento dedicado à ciência e tecnologia em Oeiras. O programa é bastante variado e de acesso gratuito, reunindo entidades académicas, científicas, tecnológicas, diplomáticas, governamentais e não-governamentais. A organização, assinada pela Senciência, montou um programa com debates, palestras, exposições, espetáculos, concertos, workshops, com inúmeras oportunidades de interação. O evento conta com o Alto Patrocínio da Presidência da República.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of