O navegador Francisco Lufinha pretende cruzar o Oceano Atlântico sozinho, num barco puxado apenas por um kite e movido pela energia do vento, do sol e da água.

Para além de tentar estabelecer um novo recorde mundial, Lufinha pretende sensibilizar para a proteção do Planeta, numa aventura de Lisboa às Caraíbas já no próximo mês.

O português conta com o apoio da EDP e “para dar uma energia extra e demonstrar o apoio a Francisco Lufinha, qualquer pessoa pode inscrever o seu nome ou o de um amigo ou familiar no site da EDP”.

Quem se inscrever terá de se compromter com missões sustentáveis

Quem se inscrever na iniciativa “Põe o teu nome no barco do Lufinha” terá de se comprometer com missões fáceis e sustentáveis, por um oceano limpo e um planeta saudável.

Ao registar no site da EDP o nome que será inscrito no barco, o “marinheiro(a) virtual” terá de se comprometer com uma missão sustentável: apanhar plásticos numa praia ou rio, optar por produtos com certificação ambiental, evitar o recurso a embalagens de utilização única ou optar por fontes de energia limpas.

Na EDP Atlantic Mission, o navegador propõe-se sair de Portugal em novembro, em direção às Caraíbas, num barco que é movido apenas pela energia do vento, do sol e da água.

No passado mês de setembro, Lufinha levou a cabo o primeiro teste oceânico a bordo do kiteboat, numa travessia de quatro dias que ligou Cascais à ilha da Madeira.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of