A Volvo Cars inicia hoje a produção do novo Volvo C40 Recharge, em Ghent, Bélgica.

A fábrica de Ghent é uma das maiores da empresa e é também nesta unidade que é produzido o XC40 Recharge, a versão 100% elétrica do SUV da marca e que foi o primeiro modelo 100% elétrico da Volvo.

A Volvo Cars tem vindo a aumentar consideravelmente a capacidade da sua fábrica de Ghent que é, hoje em dia, de 135.000 automóveis por ano. Espera-se que, em 2022, metade da sua produção seja constituída por modelos 100% elétricos.

O C40 Recharge é o segundo automóvel 100% elétrico da empresa e o construtor já anunciou que, a partir de 2030, pretende comercializar somente automóveis puramente elétricos.

Os EV deverão valer, já em 2025, cerca de 50% das vendas mundiais da Volvo, estima a marca sueca.

À semelhança do sucedido com o XC40 100% elétrico, o C40 Recharge é lançado através de um acompanhamento online específico, em Volvocars.pt.

“O C40 Recharge é um automóvel que representa o nosso futuro. As operações de produção e uma estreita colaboração com os nossos fornecedores serão fatores chave nas nossas ambições de eletrificação e de neutralidade ambiental. A nossa fábrica de Ghent está preparada para este nosso futuro puramente elétrico e será, nos próximos anos, uma peça muito importante da nossa rede industrial global”, destaca Javier Varela, vice-presidente sénior do departamento de qualidade e operações industriais da Volvo Cars.

A propulsão do C40 Recharge é garantida através de dois motores elétricos situados nos eixos dianteiro e traseiro. A capacidade das baterias é de 78 kWh e será capaz de carregar, em cerca de 40 minutos, 80% do seu limite. O C40 Recharge oferece uma autonomia de 420 km.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of