O deputados do Parlamento Europeu vão propor um limite de velocidade de 30 km/h em zonas residenciais e com muitos ciclistas, vias mais seguras e tolerância zero para a condução sob o efeito do álcool.

Cerca de 22.700 pessoas continuam a morrer anualmente nas estradas da UE e cerca de 120.000 ficam gravemente feridas, nota um relatório sobre segurança rodoviária preparado na comissão parlamentar dos Transportes e do Turismo.

Objetivo não foi cumprido

Os eurodeputados sublinham que, “nos últimos anos, não se têm registado progressos na redução das taxas de mortalidade na UE” e que, em resultado disso, “o objetivo de reduzir para metade o número de mortes na estrada entre 2010 e 2020 não foi cumprido”.

O relatório é debatido no Parlamento Europeu esta 2ª feira e votado no dia seguinte. Os resultados conhecem-se no dia seis.

O relatório propõe uma série de medidas para aumentar a segurança rodoviária na UE, tais como investimentos em estradas e infraestruturas mais seguras, velocidades máximas de 30 km/h em zonas residenciais e zonas com um elevado número de ciclistas e peões, bem como um quadro que preveja tolerância zero para a condução sob o efeito do álcool.

Especificamente no que concerne à velocidade, a relatora do Parlamento Europeu, Elena Kountoura (Grupo da Esquerda, EL), considera que os limites de velocidade seguros, em consonância com a abordagem “sistema seguro”, têm de ser aplicadas a todos os diferentes tipos de estrada.

Trânsito em Bruxelas. Foto: Parlamento Europeu

“Um bom exemplo é a velocidade máxima de 30 km/h nas zonas residenciais e nas zonas onde passam muitos ciclistas e peões. Muitas cidades europeias adotaram esta boa prática, com resultados consideráveis em termos de segurança rodoviária e melhoria da qualidade de vida”, refere Elena Kountoura.

O documento, alvo de votação, insta ainda a Comissão e os Estados‑Membros “a prestarem apoio às cidades no que se refere à criação de bases de dados de limites de velocidade, de modo a promover a implantação da tecnologia de adaptação inteligente da velocidade, conforme exigido pelo Regulamento relativo à segurança geral”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of