Esta quarta-feira, 29 de setembro, assinala-se pela 2ª vez o Dia Internacional da Consciencialização sobre as Perdas e Desperdício Alimentares.

Nesta data, o Movimento Unidos Contra o Desperdício celebra o seu primeiro ano de existência, reunindo dezenas de empresas e entidades dos vários setores da cadeia alimentar, para sensibilizar os portugueses para uma temática que não pode deixar ninguém indiferente.

At´é agora, o Movimento conta já com a adesão de 2.100 particulares e 245 empresas.

Sensibilização em torno do desperdício

A data é hoje comemorada com o arranque de uma campanha de comunicação e sensibilização à escala nacional e com um evento, no Banco Alimentar Contra a Fome, que reforça o debate em torno do desperdício alimentar.

Tendo por objetivo facilitar o aproveitamento de excedentes, incentivar e facilitar a doação das sobras e promover o consumo responsável, o Movimento Unidos Contra o Desperdício foi fundado por várias entidades, congregadas pela Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares, a propósito da designação do Dia Internacional de Consciencialização sobre Perdas e Desperdício Alimentar, instituído em 2020 pela ONU.

O movimento, cívico e nacional, que une a sociedade num combate ativo e positivo ao desperdício alimentar, conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República e o apoio do Secretário-Geral das Nações Unidas.

É preciso “continuar a caminhar no sentido de evitar e combater o desperdício de alimentos”, diz Isabel Jonet.

A Presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, Isabel Jonet, diz que “é preciso destacar o envolvimento de tantas marcas, empresas, entidades do setor público, privado ou social, e com elas continuar a caminhar no sentido de evitar e combater o desperdício de alimentos. Porque só com um esforço coletivo e uno será possível combater esta realidade intolerável, absurda em termos económicos e injusta em termos sociais e ambientais”.

Desperdício alimentar em debate

“Unidos contra o desperdício, num compromisso com as gerações futuras” é o mote do evento presencial que decorre hoje, entre as 17h e as 20h, nos armazéns do Banco Alimentar de Lisboa, com o objetivo dar visibilidade ao compromisso de todos os setores da cadeia alimentar.

Um painel de oradores variado abordará o tema e permitirá aos vários parceiros mostrarem de que forma estão comprometidos no combate ao desperdício alimentar.

Movimento Unidos Contra o Desperdício conta já com adesão de 2.100 particulares e 245 empresas

Para ilustrar na prática que “nada se perde, tudo se transforma”, num momento gastronómico serão confecionados pratos integralmente a partir de excedentes alimentares.

Campanha à escala nacional

Contando com o envolvimento de todos os parceiros e entidades aderentes do Movimento Unidos Contra o Desperdício, a campanha de comunicação assenta precisamente no conceito base da união dando visibilidade a todas as marcas, empresas e entidades públicas e privadas que, no terreno, combatem o problema dos alimentos que acabam por ser deitados ao lixo.

Assente no racional da reutilização, a campanha, com assinatura criativa da agência “O Escritório”, que se associou também ao Movimento, reúne antigos filmes e cartazes publicitários das várias marcas reaproveitando peças de comunicação e dando corpo a uma nova campanha congregadora.

Artigo anteriorBiocombustíveis são “parte da solução” para a poluição dos navios, diz Prio
Próximo artigoDia sem carros em Madrid, com ebikes Specialized (e… muitos carros!)

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of