aqui tínhamos referido que o novo elétrico C40 Recharge era o primeiro automóvel da Volvo sem qualquer componente em pele de origem animal (em couro).

Agora, ficou a saber-se que esta não foi uma medida isolada e que a Volvo decidiu que todos os seus futuros elétricos não terão qualquer componente em couro.

Volvo

Com esta alteração, a Volvo Cars refere querer assumir a definição de novos padrões no design premium de interiores para automóveis.

A marca anunciou ainda o objetivo de que 25% do material que compõe os seus novos modelos seja constituído por uma base biológica ou reciclada, “sendo que está empenhada em encontrar fontes sustentáveis e de elevada qualidade que sejam alternativas a muitos dos materiais utilizados atualmente na indústria automóvel”, uma exigência extensível aos seus fornecedores imediatos.

Recorde-se que a Volvo já tinha anunciado este ano ambiciosas metas no que respeita à sua política de sustentabilidade, assegurando que passará a ser um fabricante de automóveis exclusivamente elétricos até 2030.

A Volvo afirma que irá continuar a oferecer opções de misturas de lãs, mas somente de fornecedores que sejam certificados como responsáveis, uma vez que a empresa irá rastrear a origem e o bem-estar animal associado a toda esta cadeia de fornecimento.

“Hoje, a Volvo Cars dá mais um importante passo ao anunciar que todos estes novos automóveis elétricos serão produzidos sem recurso a pele animal”, destaca o fabricante sueco.

Marca anuncia ainda que até 2025, 25% do material dos seus novos modelos será constituído por uma base biológica ou reciclada

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of