Arrancou a primeira edição do Mestrado em Empreendedorismo de Impacto e Inovação, um programa pioneiro em Gestão criado pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Nova SBE, que surge como resposta aos desafios da atualidade e à crescente procura por formação no ecossistema do impacto.

O programa, que inicialmente previa 30 vagas, recebeu um grande volume de candidaturas, o que fez com que tenham sido abertas novas vagas, iniciando as aulas no novo mestrado 89 alunos de 17 nacionalidades.

Ao iniciar o primeiro Mestrado em Empreendedorismo de Impacto e Inovação, no ano letivo de 2021/2022, a Fundação Gulbenkian e a Nova SBE procuram contribuir para a formação de uma nova geração de empreendedores altamente qualificados para responderem aos desafios económicos, sociais e ambientais que o atual contexto mundial perspetiva.

Vagas iniciais foram alargadas para dar resposta ao número de candidatos.

O Mestrado é dirigido a empreendedores que procuram um mestrado customizado, que os apoie na implementação e desenvolvimento da sua própria ideia de negócio com impacto.

Dos alunos do mestrado, 49% são mulheres e apenas 18% são portugueses. Entre os alunos estrangeiros, contam-se 46% alemães. Os restantes 37% têm nacionalidades tão díspares quanto as italiana, austríaca, brasileira, sueca, espanhola, peruana, holandesa, chilena, ucraniana, venezuelana, norueguesa, mexicana, zimbabuense e luxemburguesa.

71% dos alunos do Mestrado é de economia e gestão

Em termos de formação base, 71% dos alunos vem da área de Economia e Gestão, 9% de Estudos Sociais e os restantes dividem-se de forma equitativa por áreas diversas como Turismo e Hospitalidade, Ciências Aplicadas, Comunicação e Engenharia.

“O objetivo é dotar os participantes de atitude e conhecimento para serem catalisadores de mudança e prosperidade económica, ambiental e social sustentável” – Pedro Oliveira, Nova SBE

Pedro Oliveira, Diretor Académico do Mestrado em Empreendedorismo de Impacto e Inovação da Nova SBE, refere que “o mundo enfrenta vários futuros possíveis, mas qualquer um deles apresenta desafios económicos, sociais e ambientais que se revestem de grande incerteza. O objetivo do novo mestrado em Empreendedorismo de Impacto e Inovação é promover a capacidade de inovar e empreender, dotando os participantes das ferramentas, atitude e conhecimento necessários para serem catalisadores de mudança e prosperidade económica, ambiental e social sustentável. A nossa ambição é que os nossos alunos sejam autores e não apenas espectadores, desse futuro”.

Com este programa, a Fundação Calouste Gulbenkian e a Nova SBE pretendem criar uma nova geração de líderes comprometidos com o impacto, capazes de abordar problemas sociais de uma forma inovadora e que aporte valor para os diferentes setores da sociedade.

Artigo anteriorBird implementa parqueamento obrigatório de trotinetes em Lisboa
Próximo artigoSignify lança lâmpada Philips LED que pode durar meio século

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of