A Schneider Electric, especialista em transformação digital da gestão e automação da energia, e a Planon, especialista em sistemas de gestão de locais de trabalho, estabeleceram uma parceria com a Universidade de Coventry, no Reino Unido, para melhorar o seu edifício de Engenharia e Computação.

Esta parceria ajudará a preparar o edifício para o futuro, melhorando a sua sustentabilidade, a resiliência dos ativos e a experiência dos ocupantes, ao mesmo tempo que se reduzem os custos operacionais.

“Um dos nossos principais objetivos é eliminar a manutenção reativa e, em vez disso, resolver os problemas antes de que estes afetem a nossa equipa e os nossos alunos,” afirmou Nasima Laming, Business Systems Support Officer da Universidade de Coventry. “Tirando partido de ferramentas digitais, vamos monitorizar o estado da infraestrutura e dos equipamentos do campus de forma proativa; e vamos também obter aconselhamento sobre ações a tomar, muitas dos quais poderemos automatizar para que o processo se torne suave e harmonioso. Outro aspeto adicional é, claro, a poupança em termos de custos e de energia“.

O edifício de engenharia e computação tirará partido dos benefícios da parceria entre a Schneider Electric e a Planon.

A solução inclui a integração de dois sistemas inteligentes:
O Sistema de Gestão Integrada de Locais de Trabalho (IWMS, na sua sigla em inglês) da Planon, que permite que os gestores de instalações planeiem, executem e monitorizem todas as atividades relacionadas com a manutenção reativa e a manutenção preventiva programada; a gestão do espaço e dos movimentos; a gestão dos ativos; os serviços operacionais; as reservas de quatros e outros serviços ao cliente.

O EcoStruxure Building Advisor da Schneider Electric, um pacote de serviços de monitorização analítica que desbloqueia o desempenho operacional dos Sistemas de Gestão de Edifícios (BMS, na sua sigla em inglês) para que a manutenção destes possa ser feita de forma remota e proativa. Oferece dados sobre as operações dos edifícios através da monitorização contínua dos sistemas e da identificação de falhas, para que seja possível enfrentar as ineficiências de forma proativa.

O software IWMS processa automaticamente os diagnósticos dos edifícios inteligentes proporcionados pelo Building Advisor para determinar se é necessário agir.

O sistema pode ativar um fluxo de trabalho padronizado ou destacar um problema para que a decisão seja tomada manualmente pela equipa das instalações – agendando e encaminhando os dados para os telemóveis dos engenheiros de campo para que estes possam intervir.

Kas Mohammed, Vice President, Digital Energy da Schneider Electric UK&I declara que “os edifícios do futuro devem ser sustentáveis, hipereficientes, resilientes e centrados nas pessoas. A pandemia de COVID-19 trouxe uma nova dimensão a esta transição: os edifícios têm também de apoiar a resiliência e a continuidade. A Universidade de Coventry compreende claramente a necessidade de preparar os seus edifícios para o futuro, esforçando-se para oferecer o melhor ambiente possível aos seus ocupantes”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of