Palmela entrou no radar dos investidores em termos de energia fotovoltaica, com os planos a apontar para, pelo menos, quatro novas centrais solares no município.

Um dos investidores mais interessados em Palmela é a suíça Smartenergy, que está a avançar com outros investimentos em Portugal que perfazem um total de mais de 1 GWp de capacidade fotovoltaica.

Para Palmela, a Smartenergy planeia três centrais fotovoltaicas com uma capacidade total instalada de cerca de 140 MWp e que traduzem um investimento de 80 milhões de euros.

Para a construção desses três parques solares, a Smartenergy contratou a empresa multinacional de energias renováveis ​​Voltalia.

Onde ficam as três centrais da Smartenergy?

Uma dessas centrais de Palmela ficará no Poceirão, ocupando uma área de 44,05 ha, junto à autoestrada A2. Terá uma potência de ligação à rede de 49.4 MWp (MegaWatts-pico).

Outra segunda central fotovoltaica de Palmela também da Smartenergy situar-se-á na Quinta da Seixa, ocupando uma área de 57 ha. Terá uma potência de ligação à rede de 33.9 MWp.

A terceira central da Smartenergy é a do Pinhal Novo (Pessegueiro) – terá uma potência de ligação à rede de 48,9 MW e uma potência instalada de 63,5 MWp, devendo implicar um investimento na ordem dos 44 milhões de euros. Este projeto prevê a instalação de 154.878 módulos fotovoltaicos de 410 Wp de potência.

► Central fotovoltaica da Quinta da Seixa

  • Potência a instalar: 33.9 MWp
  • Localização: União das freguesias de Poceirão e Marateca, Palmela
  • Área que cada central fotovoltaica ocupará: 57 ha

► Central fotovoltaica do Poceirão

  • Potência a instalar: 49.4 MWp
  • Localização: União das freguesias de Poceirão e Marateca, Palmela
  • Área que cada central fotovoltaica ocupará: 44,05 ha

► Central fotovoltaica de Pinhal Novo (Pessegueiro)

  • Potência a instalar: 63.5 MWp
  • Localização: Pinhal Novo, Palmela
  • Área que cada central fotovoltaica ocupará: 94,80 ha

No âmbito de um acordo celebrado entre a Smartenergy e a Câmara Municipal de Palmela, os suíços da Smartenergy irão doar a instalação de duas unidades fotovoltaicas de eletricidade, para produção de energia para autoconsumo, em dois equipamentos municipais: o Centro Cultural de Poceirão e a Biblioteca Municipal de Pinhal Novo.

Outras centrais para Palmela

Para além da Smartenergy, outros investidores têm também a Margem Sul no foco dos seus possíveis interesses.

Assim, a Aldeia Nova de Aroeira (Poceirão) foi o lugar escolhido pela firma Edgefrontier para a instalação da Central Solar da Aroeira, numa área de 10,363 ha.

Recentemente, também a empresa Azimuthbenefit obteve, por parte do município de Palmela, a aprovação da Declaração de Reconhecimento de Interesse Económico e Social para construir uma central fotovoltaica em Pinhal das Formas (freguesia de Quinta do Anjo), num investimento de 18 milhões de euros.

Outros projetos da Smartenergy

Extra município de Palmela, a Smartenergy tem uma central em operação, desde dezembro de 2020, no Mogadouro (49 MW de capacidade), prevendo colocar em operação no final do verão a central de Portimão.

Até ao final de 2022, a Smartenergy terá, assim, mais cinco centrais fotovoltaicas a operar de norte a sul do país, três das quais em Palmela.

Em meados de 2022 a empresa suíça terá cerca de 350MWp em operação no mercado português.

Foto aérea do projeto de Mogadouro, captada em novembro do ano passado

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of