A Nestlé Professional, através da marca Buondi, está a renovar as suas esplanadas através da instalação de um guarda-sol que neutraliza os gases libertados pelos veículos automóveis e outras substâncias nocivas, tornando o ar mais limpo.

Esta inovação é fruto da parceria da Nestlé Professional com a Ezpeleta, que – com recurso à nanotecnologia – desenvolveu um tecido impregnado de água e dióxido de titânio que, ao receber os raios solares, ativa uma espécie de fotossíntese e limpa o ar de substâncias nocivas.

Purificação do ar mesmo em dias nublados

A sua ativação é eficaz mesmo em dias nublados, garante a empresa.

Este projeto foi distinguido no ano passado com o primeiro lugar no Prémio de Sustentabilidade Nestlé para Fornecedores, que se destacou pelo seu pioneirismo e por apresentar um efeito de escala muito benéfico para o ambiente.

A poluição do ar representa um dos grandes desafios, especialmente nas cidades, devido ao seu impacto negativo no ambiente e na saúde das pessoas.

Nos últimos meses a sua aplicação tem sido estendida às restantes marcas de café da Nestlé Professional: Sical, Christina e Tofa, pelo que foram já colocadas cerca de 3.500 unidades em esplanadas de norte a sul do país.

“Esta quantidade corresponde a cerca de 30% da totalidade destes equipamentos colocada anualmente nos pontos de venda. Cada guarda-sol como este, fabricado em Portugal, absorverá a mesma quantidade de gases contaminantes que é produzida por um carro com motor Diesel que percorra anualmente 20.000 km”, indica a Nestlé.

Maior incorporação de plástico reciclado

Paralelamente, em matéria de incorporação de plástico reciclado, a empresa esclarece que aumentou em oito vezes esse uso já neste ano de 2021: as cadeiras das marcas Nestlé são agora feitas a partir de mais de 40 toneladas de plástico reciclado e as mesas, mais especificamente os tampos, a partir de cerca de 25 toneladas de plástico reciclado.

Com esta mudança, a Nestlé Professional refere ter deixado de comprar mais de 45,5 toneladas de material não reciclável. Também nos canais de retalho, os materiais de marca Buondi e Sical já são 100% produzidos com material reciclável e 90% com materiais com certificação FSC (Forest Stewardship Council), entidade de certificação florestal de âmbito internacional.

“Estes são mais alguns passos na estratégia ambiental da Nestlé, que tem como objetivo melhorar, de ano para ano, os seus indicadores ambientais, cumprindo o objetivo de proteger os recursos para as gerações futuras”, sublinha a empresa.

Artigo anteriorPalmela na mira para instalação de várias centrais fotovoltaicas
Próximo artigoVeículo elétrico da Apple começa a ganhar forma: o que já se sabe

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of