O panorama da mobilidade foi transformado de modo significativo nos últimos anos, com avanços marcantes na eletrificação, conectividade e condução autónoma, os quais vão continuar a marcar as tendências num futuro próximo.

Neste contexto, a crescente digitalização dos automóveis tem trazido para a ribalta um vasto conjunto de players ligados, até aqui, habitualmente apenas às áreas tecnológicas.

Olhando para o que será a nova geração de veículos elétricos e de condução mais inteligente, a LG Electronics, que também tem trabalhado no desenvolvimento de tecnologias para acelerar a indústria de veículos (incluindo elétricos) para o próximo nível, sintetiza as grandes tendências que marcarão o futuro dos automóveis. E levanta a ponta do véu sobre aquilo em que tem vindo a trabalhar nessas mesmas áreas.

Tendência 1: conectividade

A telemática, ou conectividade de veículos, está prestes a explodir com o 5G e a tecnologia avançada de “vehicle-to-everything” (V2X), o sistema que transmite informações em alta velocidade através de conexões de grande largura de banda e baixa latência.

O que está a fazer a LG Electronics?
A LG Electronics está a trabalhar no desenvolvimento de inovações de conectividade no automóvel (caso do sistema In-Vehicle Infotainment – IVI – da LG, que aproveita os pontos fortes combinados do webOS Auto e Microsoft Connected Vehicle Platform – MCVP) que congreguem vários níveis de informação.

Tendência 2: infotainment

Os sistemas de infoentretenimento fornecem aos condutores e passageiros dados úteis, que vão desde a navegação às previsões do tempo e passam pelo entretenimento propriamente dito que permite a audição de podcasts, a realização de chamadas telefónicas em alta voz, por exemplo.

O que está a fazer a LG Electronics?
A LG Electronics está a desenvolver inovações de infotainment avançadas que incluem Audio Video Navigation (AVN), sistemas de projeção no parabrisas (que abrem campo para Realidade Aumentada), telemática e sistemas de monitorização.

A tendência é para que este universo de informações seja enriquecido e invada ainda mais os automóveis, com as integrações a serem cada vez mais intuitivas e menos intrusivas (para garantir maior segurança).

Segundo a estimativa da MarketsandMarkets, o rápido crescimento do mercado global de entretenimento e das informações a bordo dos veículos deve aumentar de US $ 24,3 bilhões em 2019 para US $ 54,8 bilhões em 2027 (taxa de crescimento anual composta de 10,7%).

Com o aumento da procura por mais soluções de segurança e proteção e com a apetência por mais recursos de comunicação no veículo, o desenvolvimento deste género de tecnologias (pensada sempre para aprimorar a experiência do utilizador), tornar-se-ão mais críticas.

Tendência 3: sistemas de assistência à condução

De acordo com os consultores do Boston Consulting Group, o mercado de veículos parcial e totalmente autónomos representará aproximadamente 25% das vendas de viaturas novas até 2035.

Ou seja, uma das grandes tendências que marcará o futuro será a da aposta em veículos mais tecnologicamente seguros.

Com o avanço dos veículos de condução autónoma, uma das maiores preocupações dos construtores automóveis é a da segurança, o que pode explicar por que o mercado global de sistemas de assistência à condução deva crescer de US $ 1,9 bilhão em 2019 para US $ 10,7 bilhões em 2027 (taxa de crescimento anual composta de 23,9%), prevê a MarketsandMarkets.

O que está a fazer a LG Electronics?
A LG Electronics também está a acompanhar esta evolução, desenvolvendo componentes para assistência ao condutor, como o ADAS (Advanced Driver Assistance Systems) projetado pela LG, que utiliza uma câmara frontal para recolher informações de tráfego e do ambiente circundante para que os automobilistas possam tomar melhores decisões e contribuir para tornar as estradas mais seguras.

Tendência 4: veículos elétricos

Entre as tendências de futuro é inevitável a da eletrificação da mobilidade. De acordo com a IHS Markit, as vendas globais de veículos elétricos atingiram 10 milhões de unidades em 2020, devendo ultrapassar 20 milhões de unidades em 2022 e 40 milhões de veículos em 2025.

A par do crescimento dos EV, o mercado de componentes relevantes como motores e inversores naturalmente também deverá crescer.

O que está a fazer a LG Electronics?
Neste domínio, a LG Electronics está a trabalhar em colaboração com a Magna para desenvolver tecnologias para componentes de veículos elétricos. Sob uma nova joint venture a ser lançada no próximo mês, a LG Magna e-Powertrain produzirá componentes para EV.

Alianças para acompanhar velocidade das mudanças

Para responder às rápidas mudanças da indústria automóvel, a LG está igualmente a seguir um caminho de alianças e parcerias estratégicas para desenvolver inovações que sejam líderes na indústria para fabricantes de automóveis globais.

Além da LG Magna e-Powertain, a LG e a Luxoft criaram o Alluto para impulsionar a comercialização de um cockpit digital pronto para produção, infotainment e sistemas de sinalização com base na plataforma webOS Auto da LG.

Em 2018, a LG contratou o ZKW Group, fornecedor de sistemas de iluminação automóvel, num negócio no valor de mais de 1,1 bilhão de euros.

Artigo anteriorSucessor de XC60 estreia baterias feitas em gigafábrica europeia
Próximo artigoTrânsito e sustentabilidade: quais os países europeus mais bem classificados?

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of