O município de Viseu apresentou a nova App e o novo site do MUV – Mobilidade Urbana de Viseu.

Marcar uma viagem de Telebus, saber a localização dos autocarros em tempo real, carregar passes e bilhetes pré-comprados, descobrir o melhor trajeto para realizar uma viagem de transportes públicos e saber previamente se há lugares vagos nos parques de estacionamento da cidade são algumas das funcionalidades que, a partir desta semana os viseenses poderão fazer com a nova App do MUV.

Para o vice-presidente da autarquia de Viseu e responsável pelos pelouros da Mobilidade e Transportes, João Paulo Gouveia, “o Telebus é a grande novidade da App. É o sistema de transporte a pedido para as freguesias de baixa densidade”.

Transporte a pedido para freguesias de baixa densidade

Com a App e através do novo site do MUV, os utilizadores podem agendar viagens entre o centro da cidade e determinados pontos das freguesias de Calde, Cavernães, Côta, Ribafeita, S. Pedro de France e União de Freguesias de Barreiros e Cepões.

Os utilizadores selecionam o ponto de partida e de destino desejados, decidem se querem partilhar a viagem e dirigem-se ao ponto de partida na data marcada. No final da viagem, pagam ao condutor.

O Telebus também está disponível para os utilizadores que não possuam acesso à internet ou um smartphone.

Para utilizar a App, o utilizador só precisa de a descarregar para o seu smartphone e registar-se. É gratuita e possui uma versão para Android e outra para iOS.

Neste caso, devem solicitar a ajuda da respetiva junta de freguesia para efetuar o registo na plataforma do MUV.

A partir do registo, os utilizadores passarão a poder agendar estas viagens via chamada telefónica.

“Inicialmente, o serviço vai funcionar através dos nossos taxistas, que para integrarem o sistema devem contactar a Berrelhas, empresa de camionagem”, acrescentou João Paulo Gouveia.

Interação com serviço de autocarros

No que toca aos autocarros, a App mostra aos utilizadores a localização dos veículos em tempo real. Também permite a consulta dos horários e das paragens de todas as linhas concelhias e urbanas.

É também possível carregar passes e bilhetes pré-comprados na App, função que promove a digitalização e simplificação deste procedimento.

Parques de estacionamento

Na nova plataforma, o município também dá mais um passo na evolução do MUV Park.

Agora é possível consultar a localização, lotação, horários e tarifas dos parques e zonas de estacionamento do centro da cidade. No caso dos parques fechados, é possível consultar os lugares disponíveis em tempo real.

Rede Urbana de Ciclovias

No que toca ao MUV Bike, a aplicação mostra os troços da Rede Urbana de Ciclovias, cuja primeira fase de construção já se encontra a decorrer.

Futuramente, o município implementará o serviço de “Bike Sharing”, que também funcionará através da aplicação.

O sistema foi desenvolvido pela Softinsa em estreita articulação com o Município de Viseu. A empresa é especialista em serviços de gestão e desenvolvimento de aplicações e é uma subsidiária da IBM, que possui um Centro de Inovação em Viseu.

“A versatilidade da App vê-se no facto de servir utilizadores e ‘não utilizadores’ do MUV, para além de turistas e visitantes. É útil a todos os públicos”, conclui o vice-presidente da câmara, João Paulo Gouveia.

Através da App é ainda possível consultar os pontos de interesse turístico da cidade e saber quais os que se encontram mais próximos da localização atual de quem a utiliza. O mesmo acontece para os postos de combustível da cidade, incluindo os respetivos horários.

Centro histórico encerrado até 21 de setembro

A Câmara Municipal de Viseu passou, entretanto, a encerrar, a partir desta semana, o trânsito no seu centro histórico às sextas-feiras, sábados e domingos, até 21 de setembro.

Explica o município que esta decisão se relaciona com a iniciativa “Verão na Cidade-Jardim” e que o centro histórico será um dos palcos para acolher a programação prevista.

Viseu convida os cidadãos a usufruírem em pleno das suas uas e praças, num ambiente seguro, sem automóveis

No entanto, “à boleia desta iniciativa, mas também procurando desincentivar o uso do automóvel na zona antiga da cidade, o município de Viseu renova o convite a viseenses, visitantes e turistas para usufruírem em pleno das ruas e praças, num ambiente seguro, sem carros e propício a uma circulação a pé ou em bicicleta, mais confortável e ‘amiga’ do ambiente”.
O encerramento ao trânsito do centro histórico às sextas-feiras e sábados será entre as 16 horas e as 23h30; aos domingos será entre as 15 e as 19 horas.

A Polícia Municipal de Viseu será responsável pela realização dos respetivos cortes de trânsito, acompanhando e prestando apoio no terreno.

Esta interdição no centro histórico contempla os principais acessos à zona antiga, nomeadamente no início da Rua dos Combatentes da Grande Guerra e no entroncamento da Travessa da Misericórdia com o Adro da Sé, mantendo-se a circulação pela Calçada da Vigia.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of