A entidade gestora de resíduos de embalagens Novo Verde lançou uma iniciativa para sensibilizar os portugueses para a poluição dos mares e para a importância de reciclar.

“Reciclar é a Nossa Praia” é a campanha que vai marcar este verão, com presença em 30 praias de norte a sul do país, sensibilizando para a deposição correta dos resíduos, de modo a proteger um dos bens mais essenciais que possuímos, a água.

A iniciativa conta com o apoio da Agência Portuguesa do Ambiente e arranca neste dia 21 de junho na praia de Afife, em Viana do Castelo, percorrendo depois mais de 940 km de costa até à praia de Monte Gordo, em Vila Real de Santo António, onde chegará no dia 24 de julho.

Iniciativa pretende impactar em especial os mais jovens sobre os comportamentos que devem adotar.

Em parceria com a associação sem fins lucrativos Sailors for the Sea Portugal, a Novo Verde pretende impactar em especial os mais jovens sobre os comportamentos que devem adotar de forma a evitarem que os seus resíduos de embalagens contaminem os ecossistemas marinhos.

As sessões de educação e literacia ambiental serão compostas por diversas atividades lúdicas e pedagógicas.

Em paralelo, a população será convidada a participar na atividade de limpeza das praias para garantir o tratamento adequado dos diversos resíduos recolhidos no areal.

Ao longo do percurso, a iniciativa vai contar, em algumas praias, com a presença de algumas personalidades ligadas ao mundo do surf, e por isso, com uma forte ligação com o mar.

Ricardo Neto, presidente da Novo Verde, adianta que “esta ação pretende, além de nos colocar mais próximos da população, dar continuidade à educação ambiental, que é um dos nossos pilares desde o início da Novo Verde. É essencial continuarmos a mobilizar os cidadãos para uma participação ativa no processo de tratamento e reciclagem de resíduos que não podem, de todo, ser abandonados indiscriminadamente, podendo contaminar os ecossistemas e a nossa saúde e prejudicar o Ambiente, do qual fazemos parte. Com foco na reciclagem de embalagens em particular, o principal objetivo é frisar que os mares e oceanos são o destino de grande parte dos resíduos que não são depositados corretamente, realidade que queremos combater, substituindo-a por comportamentos adequados, simples, fáceis e acessíveis a qualquer cidadão”.

Bernardo Corrêa de Barros, presidente da Sailors for the Sea Portugal, reconhece que “abraçar o projeto ‘Reciclar é a nossa Praia’ representa uma excelente oportunidade para a Sailors for the Sea Portugal, pois será possível abranger mais crianças e jovens para que, estes, possam ser agentes de mudança e alterar a triste realidade que o nosso Oceano enfrenta. Promover uma geração com maior consciência e capaz de tomar as medidas mais conscientes é um dos principais focos da nossa missão. Através de atividades lúdicas e educativas, vamos procurar semear em cada criança o sentido de responsabilidade que todos temos o dever de assumir para a proteção do Oceano e dos recursos marinhos”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of