A Jaguar Land Rover está a desenvolver um protótipo de um veículo elétrico a célula de combustível de hidrogénio (FCEV) baseado no novo Land Rover Defender, com testes programados para começar este ano.

O conceito FCEV faz parte do objetivo da Jaguar Land Rover de atingir zero emissões locais até 2036 e de alcançar zero emissões de carbono líquidas na sua cadeia de fornecimentos, produtos e operações até 2039, em linha com a sua estratégia Reimagine.

Os FCEV, que geram eletricidade a partir do hidrogénio para alimentar um motor elétrico, são vistos como complementares aos veículos elétricos a bateria (BEV) no caminho para as emissões líquidas zero dos veículos.

Os FCEV movidos a hidrogénio fornecem alta densidade de energia e rápido reabastecimento e perda mínima de autonomia em baixas temperaturas, tornando a tecnologia ideal para veículos maiores e de longo alcance, ou aqueles que sejam operados em ambientes quentes ou frios. O Defender enquadra-se, portanto, neste perfil de veículo traçado.

Projeto Zeus da Land Rover

Este projeto de engenharia da Jaguar Land Rover, conhecido como Projeto Zeus, é parcialmente financiado pelo Centro de Propulsão Avançada (Advanced Propulsion Centre), apoiado pelo governo britânico, e permitirá que os engenheiros entendam como uma motorização a hidrogénio pode ser otimizada para fornecer o desempenho e a capacidade esperadas pelos seus clientes: desde a autonomia ao abastecimento, desde o reboque às capacidades off-road.

O protótipo a hidrogénio do novo Defender FCEV começará a ser testado no final de 2021 no Reino Unido para validação dos principais atributos, como capacidade em fora de estrada e consumo de combustível.

Neste Projeto Zeus, a Jaguar Land Rover associou-se a parceiros de pesquisa e desenvolvimento, incluindo Delta Motorsport, AVL, Marelli Automotive Systems e o UK Battery Industrialization Centre (UKBIC) para pesquisar, desenvolver e criar o protótipo FCEV.

“Sabemos que o hidrogénio tem um papel a desempenhar no futuro mix de soluções de propulsão em toda a indústria de transportes e, ao lado de veículos elétricos a bateria, oferece outra hipótese de emissões zero no escape para as capacidades e requisitos específicos da linha de veículos da Jaguar Land Rover. O trabalho realizado ao lado dos nossos parceiros no Projeto Zeus irá ajudar-nos no nosso caminho para nos tornarmos um negócio de carbono zero líquido até 2039, enquanto nos preparamos para a próxima geração de veículos com emissões zero locais” – Ralph Clague, responsável de Hidrogénio e Células de Combustível da Jaguar Land Rover

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of