Veículos elétricos vs. veículos a combustão: qual polui mais?

Analisando a poluição global causada pelos veículos elétricos face aos veículos a combustão qual acarreta uma maior pegada no ambiente?

0
2371

As dúvidas levantadas pela poluição global causada pelos veículos elétricos, por comparação com os veículos equipados com motor de combustão interna, são constantes.

Atendendo a isso e ao que considera ser a “desinformação” que é passada, a UVE – Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos procedeu à tradução para português de um vídeo realizado pelo canal de YouTube GasTroll que analisa, precisamente, esta questão e faz essa comparação: veículos elétricos vs. veículos com motores térmicos.

“Foi importante para a UVE fazer a tradução do vídeo para português, mas mais do que a simples tradução, foi fundamental adaptar os números à Europa e, particularmente, à realidade portuguesa. A versão em português produzida pela UVE teve validação por parte dos autores da versão original”, refere a UVE que colocou alguma da informação enquadrada com a realidade portuguesa.

Consumo energético para extrair petróleo

Um desses casos salientados pela UVE, a partir da análise do canal de YouTube GasTroll, diz respeito ao consumo energético para extrair petróleo do solo: “Um só poço de petróleo gasta, por mês, eletricidade suficiente para viajar entre Faro e Viana do Castelo 105 vezes num Veículo Elétrico. A energia consumida pelos poços de petróleo nos EUA, mais todas as plataformas de alto mar num mês, seria suficiente para alimentar todos os veículos que circulam em Portugal (caso estes fossem todos 100% elétricos), durante um ano e meio!”.

Acrescenta ainda a UVE que “a eletricidade consumida num mês para extrair uma parte do petróleo mundial do solo será suficiente para que todo o parque automóvel em Portugal circule durante um ano e meio”.

“Quando comparamos o trajeto do petróleo e da eletricidade, a diferença é enorme. A eletricidade não precisa de ser extraída do solo, ser transportada em camiões ou comboios, ou bombeada ao longo de quilómetros de oleodutos, não precisa de cruzar os oceanos, não precisa de ser refinada e não polui os sítios onde vivemos”, declara a UVE.

O estudo comparativo avança ainda com outros números que dão que pensar: “A energia usada para extrair o petróleo do solo nos Estados Unidos e em alto mar, seria suficiente para o consumo energético de mais de 80 milhões de Veículos Elétricos, em Portugal, se tal fosse possível!”.

“Depois de toda a energia utilizada para extrair o petróleo, transportá-lo, refiná-lo e voltar a transportá-lo, 70% da energia gerada por um motor a combustão é perdida (dissipada em forma de calor). A produção do combustível fóssil é um processo incrivelmente sujo, dispendioso e ineficiente do início ao fim”, conclui a abordagem.

240.000 Veículos Elétricos

“Visto que a recolha de dados teve como base a realidade dos EUA, o vídeo não detalha o consumo de energia das refinarias de petróleo, segundo as licenças de operação das refinarias de Sines e Matosinhos, emitidas pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA). Segundo a APA, o consumo direto, exclusivamente elétrico, nas refinarias de Sines e Matosinhos foi de 398 TWh/ano e 211 TWh/ano, em 2005 e 2009 respetivamente”, lembra a UVE.

Feitas as contas, “só este consumo elétrico é o suficiente para os gastos energéticos anuais de 240.000 Veículos Elétricos, ou seja mais de 5% do nosso parque automóvel”.

A UVE lembra que estes números incluem unicamente o consumo de eletricidade das refinarias de petróleo, não levando em conta outros consumos energéticos usados, como Fuel Gás, Gás Natural, Resíduo Processual Combustível. Os promotores do estudo acrescentam, contudo, que essa análise mais abrangente dará lugar a um outro trabalho interessante, a realizar futuramente.

Emissões de CO2 de petroleiros

Relativamente ao transporte marítimo, esta análise destaca o facto de ser responsável pela emissão de cerca de 1.000 milhões de toneladas de CO2 por ano, com os petroleiros a serem responsáveis por 10% desse valor.

“Estes petroleiros poluem tanto que muitos países não permitem que operem perto das suas linhas de costa e, por isso, são rebocados para um porto onde o petróleo é depois transferido para uma refinaria”, refere a análise.

“Com este vídeo passamos a ter num único local o esclarecimento de muitas das dúvidas que são colocadas frequentemente à UVE, sobre o impacto ambiental dos Veículos Elétricos vs. veículos com motor de combustão interna”, afirma a UVE.

O Watts On divulga também, deste modo, este vídeo, pois desmitifica muitas das questões frequentemente levantadas à volta dos EV.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of