Durante a apresentação do plano estratégico “Renaulution” do Grupo Renault, a marca desvendou o véu sobre a sua estratégia para os próximos cinco anos. E que, incontornavelmente, passa pelos EV, como seria de esperar de um emblema com um forte compromisso com a eletrificação.

Para comunicar a sua estratégia para o futuro, o construtor gaulês agarrou num ícone do passado, o Renault 5 (lendário utilitário feito entre 1972 e 1985 e antecessor do Clio), para se inspirar e lançar o Renault 5 Prototype, um modelo 100% elétrico.

Renault 5 Prototype: o renascimento de um automóvel de culto, mais moderno do que nunca. E, claro, elétrico!

“A alma de uma marca está nas suas raízes. Sem cair no passado, a marca deve aí buscar a inspiração para reencontrar o espírito dos tempos gloriosos. Este será o papel do Renault 5 Prototype: mostrar que a Renault vai democratizar o automóvel elétrico na Europa, com uma abordagem moderna de um automóvel popular”, afirma a marca.

O Renault 5 Prototype é, assim, um automóvel citadino e compacto, que catapulta, para o futuro, um dos ícones intemporais da Renault, com um toque moderno e 100% elétrico.

Uma hipótese, ainda que não assumida oficialmente pela marca, é que, quando for lançado como modelo final, este Renault 5 EV possa ser o herdeiro do Zoe.

“Sei por experiência própria que reinventar produtos de culto reacende a chama em toda a empresa e na marca. Este é um veículo de culto a um preço que muitos podem pagar. E este é apenas o começo para toda a marca Renault”, promete Luca De Meo, atual CEO da Renault e que enquanto liderou a Fiat foi um impulsionador do projeto de reaviver outro mito, o 500.

O Renault 5 Prototype inspira-se, claramente, no design original do R5, com uma abordagem moderna que, indica o construtor, “é também evidente nos acabamentos e nos materiais escolhidos, inspirados nos universos da eletrónica, do mobiliário e do desporto”.

Aliás, os pormenores de design deste concept tocam igualmente nas variantes clássicas dos “Supercinco” e R5 Turbo originais – caso dos arcos mais proeminentes das rodas traseiras e a lista vermelha atrás (deixando até antever a possibilidade deste modelo poder vir a ter uma unidade mais “performante”).

Terminal de carga

Os elementos estilísticos retirados do design original do R5 escondem algumas funções modernas: a entrada de ar no capot esconde o terminal de carga, as luzes traseiras incluem defletores aerodinâmicos e os faróis de nevoeiro no para-choques são agora luzes de condução diurna.

Na grelha lateral, jantes e logo traseiro, há ainda um aceno ao “5” original. Os logótipos frontal e traseiro acendem-se, trazendo o R5 “à vida”. A bandeira francesa nos retrovisores sublinha todo o “French touch”.

A marca ainda não confirmou quando é que a versão de produção deste concept será posta à venda, nem forneceu ainda detalhes sobre as especificações técnicas.

A versão de série do Renault 5 Prototype será, todavia, um dos 7 veículos novos BEV da Renault a chegar aos concessionários até 2025, entre os quais se prevê que venha a haver uma versão moderna, também elétrica, do igualmente mítico Renault 4.

Artigo anteriorNissan Leaf atualizado já está nos concessionários
Próximo artigoFrio intenso mostra falta de eficiência energética das habitações

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of