A Câmara Municipal de Lisboa e a Sociedade Portuguesa de Botânica publicam a primeira grande coleção de Botânica em Língua Portuguesa – “Botânica em Português” -, numa edição conjunta com a Imprensa Nacional-Casa da Moeda, inserida nas publicações da Lisboa Capital Verde Europeia 2020.

A cerimónia de lançamento teve lugar hoje, 16 de dezembro de 2020, pelas 11h30, no Salão Nobre da Academia das Ciências, em Lisboa, onde foram apresentados dois dos nove volumes que a integram.

A coleção pretende divulgar a Ciência Botânica, numa abordagem completa e rigorosa, dando a conhecer o admirável mundo das plantas nas suas diversas vertentes.

Espécies ameaçadas de extinção

A coleção “Botânica em Português”, escrita por um conjunto alargado de botânicos portugueses, aborda os principais desenvolvimentos contemporâneos da Biologia das Plantas, desde os temas fundamentais, como a morfologia, a sistemática e a evolução, até à caracterização da flora e dos ecossistemas de Portugal, terminando na conservação das espécies ameaçadas de extinção.

Na sessão de lançamento da coleção serão apresentados dois volumes recentemente editados.

O primeiro, “Estrutura e Biologia das Plantas”, da autoria do Professor Carlos Aguiar, explica-nos tudo sobre a morfologia externa e interna, a biologia e a função do corpo das plantas, abordando detalhadamente temas como a polinização, a reprodução e o crescimento das plantas, numa obra que se ancora nos avanços científicos e nas descobertas mais atuais.

A coleção, enquadrada pela distinção de Lisboa como Capital Verde Europeia 2020, constitui uma edição cuidada e profusamente ilustrada com belas fotografias e detalhados diagramas explicativos.

“Sítios de Interesse Botânico de Portugal Continental”, da autoria conjunta de diversos botânicos, dá-nos a conhecer uma seleção dos locais mais importantes e extraordinários para a flora silvestre de Portugal, vários deles bastante ameaçados, mostrando-nos também as plantas mais raras e belas que neles podemos encontrar, e explicando-nos o porquê da singularidade de cada sítio, e avançando explicações para alguns dos mistérios que os envolvem.

Os dois volumes agora lançados juntam-se a “Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental”, volume apresentado no passado dia 13 de outubro na conferência de apresentação dos resultados finais do projeto homónimo (POSEUR-03-2215-FC-000013), que decorreu na Fundação Calouste Gulbenkian.

Os restantes seis volumes da coleção serão publicados ao longo do próximo ano de 2021.

Sociedade Portuguesa de Botânica

A Sociedade Portuguesa de Botânica é uma associação sem fins lucrativos criada em 2009, dedicada à divulgação da Botânica e à conservação da flora portuguesa. Coordenou o projeto “Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental” (POSEUR-03-2215-FC-000013), no qual foi avaliado o risco de extinção de 630 plantas nativas do território nacional, e desenvolve e coordena o portal Flora-On.pt, uma referência para o conhecimento e a divulgação das espécies da flora de Portugal, que agrega o trabalho voluntário de mais de 100 colaboradores.

Artigo anteriorArranca a produção da primeira moto elétrica da Seat
Próximo artigoTrês continentes, sete fábricas e 8 modelos elétricos: o plano Mercedes-Benz até 2022

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of