A Fundação Calouste Gulbenkian e a Fundação Oceano Azul realizam o Programa de Ideação Blue Bio Value, pela primeira vez nos Açores e em parceria com a Universidade dos Açores, no âmbito do programa Blue Azores.

Depois do período de candidaturas até ao dia 4 de dezembro, segue-se o período de apreciação dos projetos.

Assim, de 9 a 11 de dezembro e em formato online, estudantes, investigadores e profissionais nas áreas da ciência e da gestão da comunidade açoriana vão desenvolver ideias com potencial para se transformarem em novos negócios, com soluções sustentáveis para problemas locais ou globais.

Ideias para novos negócios sustentáveis de sucesso

“Pretende-se fomentar a cooperação entre a investigação científica e outras áreas como a gestão, a economia e o marketing, possibilitando a criação de ideias para novos negócios sustentáveis de sucesso”, afirma a Fundação Gulbenkian.

Com o apoio da Fábrica de Startups e da Bluebio Alliance, entidades parceiras do programa Blue Bio Value, os participantes vão identificar problemas existentes em áreas específicas, desenvolver soluções e aprender técnicas de comunicação para apresentarem os seus projetos de forma eficaz a potenciais investidores ou clientes.

As ideias e projetos que mais se destacarem, no decorrer da sessão, terão mentoria assegurada pela Bluebio Alliance.

Lançado em 2018, o Programa de Aceleração do Blue Bio Value já acelerou 42 empresas de 15 nacionalidades, que adquiriram competências de gestão de negócios e receberam orientação de mais de 50 mentores.

Na edição de 2020, uma das empresas vencedoras, a Portuguesa Horta da Ria, foi uma das participantes da 1ª sessão de ideação, realizada em fevereiro de 2020, na Universidade de Aveiro.

Os candidatos que mais se destacarem serão premiados com ação de mentoria da Bluebio Alliance

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of