A organização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 revelou que as medalhas das olimpíadas que os atletas irão receber serão criadas a partir do aproveitamento de lixo eletrónico.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio irão decorrer de 24 de julho a 9 de agosto de 2020.

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio realizar-se-ão de 25 de agosto a 6 de setembro de 2020.

Mas não se pense que os desportistas vão receber medalhas que são lixo. Os atletas vão na mesma receber medalhas de ouro, prata e bronze.

isto porque, entre abril de 2017 e março de 2019, milhares de cidadãos japoneses doaram produtos eletrónicos que tinham em suas casas estragados ou que já não utilizavam para a organização dos jogos, tendo sido obtidas nessa operação 78 toneladas de todo o género de componentes eletrónicos, incluindo quase 7 milhões de telemóveis.

Esta colheita permitiu a recuperação de 32 quilos de ouro, três toneladas e meia de prata e quase duas toneladas e meia de bronze, dado que este género de metais preciosos entram na composição, ainda que em minúsculas quantidades, de diversos géneros de aparelhos.

Todo esse ouro, prata e bronze recuperado através de reciclagem está já a ser usado para o fabrico das desejadas medalhas olímpicas, que premeiam os melhores atletas do planeta.

O comité organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio pediu ainda ao povo japonês que contribua com resíduos domésticos de plástico para reciclagem, a fim de produzir os pódios que serão usados nas cerimónias de entraga das medalhas durante os Jogos de Tóquio 2020.

Os pódios serão fabricados com o plástico recolhido, assim como com resíduos plásticos retirados dos oceanos.

Que comecem os Jogos, apetece dizer!

Artigo anteriorSerá possível um 2CV elétrico?
Próximo artigoPrio lança completo Guia de Praias de Portugal

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of