Durante o evento “O Futuro da Mobilidade Urbana”, que decorreu ontem, no Teatro São Luiz, a empresa anunciou o alargamento da sua área de serviço. Passa agora a incluir Benfica, Olivais e Bairro da Cruz Vermelha.

Para celebrar este acontecimento, a emov está, até ao final do mês, com uma promoção de inscrição gratuita e oferta de uma Semana Grátis para experimentar o serviço. Mais informações aqui.

A emov é a primeira empresa de carsharing com uma frota 100% elétrica a atuar em Portugal. Iniciou a sua atividade em Lisboa a 18 de abril do ano passado.

Próximos passos da mobilidade em Lisboa

Ignacio Román, Diretor Geral da emov Espanha e Portugal, explicou que, com a realização do evento “O Futuro da Mobilidade Urbana”,  a emov pretendeu colocar na ordem do dia a discussão sobre o futuro da mobilidade, bem como o contributo das empresas que fazem parte deste novo ecossistema de partilha.

«A colaboração público-privada é essencial para sustentar o progresso e todos os atores deste setor devem ter a missão de otimizar, todos os dias, os seus serviços para melhorar a intermodalidade, completando assim a gama de possibilidades presentes nas cidades», acrescentou. Para Ignacio Román,

Chegou a altura de inverter a tendência errada que durante décadas nos levou a planificar os centros urbanos com outro foco que não os seus habitantes – Ignacio Román

O evento, promovido pela emov, reuniu alguns dos mais importantes players da mobilidade em Lisboa.

O evento “O Futuro da Mobilidade Urbana” contou ainda como oradores com a participação da PSA GROUP, eCooltra, EDP, Emel, Free2Move e Lime.

Todos foram unânimes em elogiar o envolvimento das entidades públicas nas suas atividades. Aliás, as autarquias portuguesas têm-se destacado pela sua abertura a novas soluções de mobilidade.

Estacionamento para veículos partilhados

Um dos principais problemas dos utilizadores de automóveis partilhados é o estacionamento no destino. Apesar dos emov poderem ser estacionados em áreas de parquímetro, graças à parceria com a EMEL, a verdade é que muitas vezes não é fácil encontrar lugares livres.

Nesse sentido, o Vereador da Mobilidade e Segurança da Câmara Municipal de Lisboa, Miguel Gaspar, anunciou a aprovação de mais novos 40 lugares de estacionamento exclusivos para car sharing, adiantando que estão também em estudo 60 novos lugares.

O objetivo da autarquia lisboeta é o de chegar, em breve, a 130 lugares de estacionamento para veículos partilhados.

Miguel Gaspar referiu ainda a importância que tem a renovação dos transportes públicos para a cidade de Lisboa. Para além do reforço em equipamentos, o edil sublinhou as importantes medidas relativas aos passes com valor máximo de 40 euros para toda a área metropolitana de Lisboa.

Também referiu, embora sem concretizar, que podem estar para breve medidas de restrição de circulação dos veículos mais poluentes em áreas da cidade.

Artigo anteriorTesla Model Y: SUV compacto chega no outono de 2020
Próximo artigoCMVM quer conhecer impacto da sustentabilidade na economia portuguesa

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of