A chegada do serviço de car sharing da emov (de que lhe tínhamos já dado conta aqui) já tem data oficial: 18 de abril. Lisboa é, para já, a primeira cidade portuguesa a contar com este novo serviço de mobilidade sustentável, que vai disponibilizar a todos os lisboetas uma frota totalmente elétrica composta por 150 veículos Citroën C-Zero de quatro lugares.

Vantagens para os primeiros aderentes 

Esta empresa, detida em parte pelo Grupo PSA, explica que os primeiros a registarem-se no arranque serviço emov terão acesso a diversas vantagens. Assim, a partir de agora e até 17 de abril, é possível efetuar o registo de forma totalmente gratuita e com 20 minutos de utilização grátis, sendo que os veículos poderão ser utilizados a partir do dia 18 de abril. Para tal basta utilizar o código “Lisboa20” aquando do preenchimento do formulário de registo.

Os utilizadores podem efetuar o seu registo em www.emov.pt ou através da app para iOS e Android. O processo de registo é validado num período máximo de 24 horas.

Cobertura geográfica de 39 km2

Numa primeira fase, as 150 viaturas Citroën C-Zero estarão num raio de ação superior a 39 km2. Neste perímetro, os utilizadores terão a possibilidade de deixar a viatura estacionada em áreas de estacionamento reguladas sem ter que pagar por isso. “A área coberta é, logo de início, bastante ampla, abarcando, por exemplo, o importante eixo entre a zona do Lumiar e os pontos de excelência do centro (“baixa”) de Lisboa (incluindo Alvalade, Sete Rios, Avenidas Novas, Estrela, Amoreiras, Graça, entre outros locais) até às zonas à beira Tejo, locais emblemáticos e extremamente atrativos para quem vive, trabalha ou visita Lisboa”, sublinham os promotores da empresa.

A Oeste, a cobertura da frente ribeirinha alarga-se, inclusivamente, às zonas de Belém e Pedrouços, passando pelas áreas urbanas de Alcântara. Na zona Este, o serviço abrange o Parque das Nações.

Entre outras novidades de relevo, encontra-se a ligação direta da área de serviço com o Aeroporto Humberto Delgado. Os utilizadores do serviço emov poderão iniciar ou finalizar o trajeto nas imediações do aeroporto, possibilitando, assim, que tanto residentes como turistas tenham acesso imediato ao serviço através do seu smartphone.

Artigo anteriorPSA cria unidade de negócio para veículos eletrificados
Próximo artigoEste autocarro elétrico percorre 1771,83 km com apenas uma carga

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of